quarta-feira, março 28, 2007

O texto de hoje não é meu. É do meu filho. É a resposta dele a um desafio que eu lhe fiz para as férias da Páscoa, disse-lhe que publicava no blog textos dele (o processamento de texto também foi ele que fez).
O coelho estranho.


Era uma vez, um coelho que vivia no zoo de Nova Iorque. Era um coelho, muito apreciado pelos turistas de todo o mundo, por uma só razão, usava ocúlos.
Os tratadores tinham descoberto isso quando o viram, o coelho a ir contra tudo o que era objectos e estavam preocupados com a sua segurança por isso puseram-lhe uns ocúlos. Mas, era um coelho muito inteligente sabia tudo e mais alguma coisa.
Mas farto da sua vida de seções fotográficas, demonstrações, etc... Decidiu fugir para a floresta e assim o fez.
Ao chegar à floresta viu uma imensa diversidade de animais, mas nenhum parecido com os da sua espécie, ao passear pela floresta encontrou um animal que parecia ser um igual a ele e preguntou: - Olá, és daqui, certo ?
- Sim, sou daqui, mas quem és tu?
- Sou aquele coelho do zoo de Nova Iorque.
- À já sei quem tu és, mas tu és muito famoso, o que fazes aqui?
- Fugi do zoo.
- Mas porquê? Sabes não há coelho que não inveje a tua vida.
- Porque estava farto, não há tempo quase para respirar.
- À percebo. Queres ir a minha casa ?
- Sim, obrigado.
E lá foram eles costa a cima até á casa do outro coelho.
Quando chegaram a casa do outro coelho puseram-se à conversa outra vez.
- Então explica- me lá porque que usas ocúlos? Queres uma cenoura?
- Não obrigado.
- Estranho todos os coelhos comem cenoura a esta hora.
- Eu não. A propósito como é que te chamas?
- Eu chamo-me Jorge. E tu?
- Eu chamo-me Afonso.
- Hummmmmmm. Interessante. Não sabes como é que ficaste com esse problema.
- Não. Mas sinto-me envergonhado.
- Porquê?
- Porque...Sabes eu não gosto de cenouras.
- O queeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeê!!!!!!
- É verdade.
- Espera. Já descobri porque que tens esse probelema.
- A sério. Então diz lá!
- Tu nunca ouviste dizer que as cenouras fazem bem aos olhos.
- Não. Mas olha posso ficar a viver contigo?
- Claro. Eu posso ir roubar umas alfaces para ti.
- Obrigado.
- De nada.
E assim viveram durante muuuuuuito tempo na casa do coelho Jorge.


- Fim.



Trabalho realizado por: Guilherme Lopes 28/03/07

Comentários:
hehehe :) Parabéns ao "piqueno"! E a ti, mãe babada.

Beijinhos
 
só podia ser do meu rico filho
 
Já vi a quem sai o filho.....

beijos ... muitos
 
Nada mal. Que idade tem o filhote?
 
minha mãe sempre dizia que as cenouras fazem os olhos bonitos! (",)
Este teu filhote tem uma boa imaginação. E esta é uma boa forma de o estimulares...

Bjokas
 
Foi com esse argumento que me obrigaram a comer cenoura!
Belo texto Guilherme.
Beijos
 
Um dos meus filhos tb se chama Guilherme, é um nome muito bonito
 
Parabéns ao pequeno escritor, muito bem.
 
ora aqui está uma mãe muito babada e de lágrima ao canto do olho.
 
Não deve tardar muito e temos mais um blog na familia :O)
 
Adorei este conto do Guilherme, com 2ª mensagem escondida e tudo. Parabéns. Gostei mesmo muito. O Guilherme promete...

Beijinhos e venham de lá novas histórias ;)
 
Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]