quarta-feira, julho 12, 2006

LEMBRANÇAS
Não sei bem porquê, hoje acordei nostálgica da minha infância. Recordei com saudade as férias de Verão passadas no Ribatejo em casa da minha Avó paterna. Lembrei-me dos meus primos, das nossas brincadeiras, dos nossos passeios e dos mergulhos no tanque grande. O cheiro do pomar, quase o posso sentir agora. A sombra fresca onde nos deitávamos para descansar, as nossas conversas de crianças cheias de sonhos. O caminho do mato repleto de amoras silvestres. A fonte da mina que tinha a água mais doce e fresca que bebi até hoje. As gemadas da minha Avó, cheias de açucar. Os grilos e as cigarras que faziam uma autêntica orquesta de Verão durante a noite enquanto nós jogávamos às escondidas. As explorações no Convento em ruínas que acabavam sempre numa fuga a correr pela colina abaixo. Os lençois de algodão onde me deitava e adormecia profundamente.

Comentários:
Ola ola :) é a minha primeira vez no teu cantinho. Nao sou uma pessoa mto nostalgica mas tb compreendo o que sentes. Beijokas e espero que nunca esquecas o teu passado, sempre se vive melhor o presente para se construir o futuro. Beijokas
 
Também é a minha primeira vez... e eu sou muito nostálgica ;)
Passei por coisas tão parecidas... as tuas palavras deixaram-me tantas saudades :)

Beijinhos cheios de recordações
 
Eu vivo no ribatejo e sei bem do que falas... tive muitas férias parecidas com as que descreves :-)
Beijos.
 
És muito nova para seres nostálgica, minha linda, estás coisas só ´dão com força depois dos trinta.
Muitos, muitos beijos e volta sempre.
 
Aposto que também havia pirilampos nessas noites das férias da infância. E tardes com amoras quentes apanhadas nos valados. Ainda haverá pirilampos? E amoras? Obrigada pela visita :)
 
Temos recordações tão parecidas!!!! É tão bom quando estas recordações nos transportam...beijo...
 
Fiquei com vontade de reler os Cinco... beijinhos
 
OLÁ
É a minha 1ª vez neste cantinho.
Gostei de tudo que li, muito natural e espontâneo, assim dá prazer ler.
Venho agradecer uma visita que fez ao meu kalinka, numa fase em que eu não estava nada bem de saúde, foi muito importante para mim, aparecer uma nova pessoa e deixar-me ficar palavras de conforto, estou mesmo muito grata pela sua atitude.
Ai, as lembranças.
Quando elas são boas vale mesmo a pena recordar, não é? Dá saúde.
Por acaso, também ando a sofrer um pouco de nostalgia, é a Vida.
Beijinho com muito carinho e volte sempre que quiser, será muito bem vinda ao meu cantinho.
 
Como eu te compreendo - as férias da minha infância eram óptimas - tenho tantas saudades.
Beijinhos.
 
As férias...as da infância... tantas aventuras!
Por volta dos meus 8,9,10 anos lia muitos livros de aventuras "...dos 5" "...dos 7" e não sei se era sugestão minha mas...algumas aventuras, das minhas, eram muito parecidas :):):).

Bons Tempos, os da infância e adolescência!

~*Um beijo*~
 
Também tive férias muito parecidas com essas, só que no alentejo. Também as recordo com saudade, principalmente porque algumas das pessoas que as animavam já só estão comigo no meu coração, mas nunca as vou esquecer!

Beijinhos
 
Ele há dias assim, eu confesso que não sou muito agarrada às recordações mas às vezes bate-me uma nostalgia e lembro-me de quando fui criança, sem responsabilidades, feliz... Bjhs
 
A natureza na sua plenitude... Dela podemos desfrutar diariamente sendo-nos oferecida como um lindo presente...
É bom sentir saudades destas coisas maravilhosas...
Beijos com carinho...
 
Tenho pena que seja cada vez mais complicado dar aos nossos filhos a liberdade que antes tinhamos...

Beijos,
Miguel
 
só me faltava o convento. eu estive lá...e estou lá.a mãe natureza dá-nos o que de melhor tem.obrigada por me teres levado neste passeio.
beijinhos
 
sabe tão bem lembrar... é sinal que tivemos uma infancia/adolescencia feliz..
 
Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]