terça-feira, junho 06, 2006

Apetecia-me estar com a minha Avó, estou a precisar de encosto. Ela é o meu único e verdadeiro refúgio. Entende-me como ninguém. Foi o pilar maior da minha vida, a minha tábua de salvação constante. Conversar com Ela liberta-me de qualquer medo. A minha Avó sempre baseou a vida dela na família, faz tudo pela sua prole. Criou duas filhas sozinha, três netas e já vai no bisneto número três. Os meus filhos só foram para o colégio aos três anos, ainda hoje para eles a Avó Bisa é a mais querida, todos os dias depois da escola vão para casa dela receber os miminhos mais especiais. Uma grande Senhora com oitenta e dois anos, uma vida cheia de amor e carinho. Quando eu crescer gostava de ser como Ela. Obrigada Avó.

Comentários:
http://vagueandoporti.blogspot.com/

Há dias em que caminhamos apenas em busca de olhos.
Nada mais, nada menos do que olhos.
Olhos que se encontrem com os nossos.
Olhos que sejam capazes ainda de olhar
Olhar com mera e simples cumplicidade
Olhar sem desejar
Olhar por olhar,
Olhar para ver a alma do outro E nela sentir Todo o amor impossível de ser traduzido.
Há dias em que caminhamos, apenas em busca de olhos,
 
Eu também adora a minha avó... e tenho tantas saudades dela!
Vou estar com ela no verão...
São como uma mãe, não é?
 
bem eu nao tenho uma avo assim...jokas**
 
Que bom ter o amor da avó...

Como eu gostava de ter a minha... tenho tantas saudades...
 
há muitos anos que se foram...mas lembro cada uma delas à sua maneira.
a minha filha não chegou a conhecer sequer as suas avós

por vezes dá-me uma angústia!!
 
Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]